Um dia de cada vez? Não, obrigado.


À medida que as dificuldades dos portugueses aumentavam passei a ouvir, com frequência cada vez maior, a frase: “vou vivendo um dia de cada vez”.

Num primeiro momento aceitei isso normalmente, mas à medida que tal filosofia se foi tornando cada vez mais dominante, comecei a ficar alarmado.

Viver um dia de cada vez? Sim, se isso quiser dizer que, dado a situação atual,  não vamos criar demasiadas expectativas e que estamos disponíveis para, dia após dia, recomeçar de novo. Mas não, um enorme NÃO, se tal expressão for sinónimo, como parece ser, de desistência de fazer planos, de tentar fazer progredir a nossa vida no sentido que mais nos agrada.

Onde estaria agora a humanidade se viver um dia de cada vez, nesse sentido negativo que agora se usa, tivesse sido desde sempre a sua filosofia? Certamente ainda na idade da pedra, respondo eu.

Para que uma sociedade evolua positivamente é imprescindível que os seus elementos sejam capazes de sonhar e de tentar concretizar os seus sonhos. Uma sociedade que não sonha é uma sociedade estagnada no tempo, inelutavelmente condenada ao fracasso.

Os portugueses têm, agora mais do que nunca, que fazer planos para o seu futuro e desenhar estratégias para os atingirem.

Como já dizia o grande Fernando Pessoa: “Deus quer, o homem sonha e a obra nasce”.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Loja Lusa

Blog dedicado ao melhor de Portugal e dos produtos portugueses.

O Que Dizes Tu?!

Os olhos dizem o que as mãos pensam

The Fujifilm Blog

We love pictures, like you!

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

Desvio Colossal

Macroeconomia, Finanças Públicas & Economia portuguesa

Ilimitado

"Nunca se alcança objetivos com lágrimas"

No Reino da Dinamarca

Something is rotten in the State of Denmarke

Aventar

Expor ao vento. Arejar. Segurar pelas ventas. Farejar, pressentir, suspeitar. Chegar.

VAI E VEM

Não renunciarás à tua liberdade de expressão e de opinião

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d bloggers like this: